Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / Resumo dos pronunciamentos da semana

Resumo dos pronunciamentos da semana

por Adriana Sampaio publicado 22/05/2019 17h00, última modificação 23/05/2019 09h39

Resumo dos Pronunciamentos do dia 21-05-201

 

Alexandre Andreza Macedo (DEM)

Disse que foi convidado para tratar de assuntos referentes a ponte da Usina, “ela cedeu dez centímetros hoje pela manhã, é um assunto de extrema urgência que tem de ser resolvido pela prefeitura,  estou trazendo este assunto para esta Casa, a população não entende que não somos o poder que executa, mas o legislativo está para fiscalizar, não temos o poder da execução, aquela ponte está com risco iminente de desabar, venho tratar deste assunto aqui para que chegue o mais rápido possível aos ouvidos do prefeito, para se tome providências urgentes para aquela ponte ser reformada”.

Agradeceu a presença do prefeito e dos secretários que foram até lá no distrito de Itaoca e informou que o asfalto do Ipiranga não foi concluído por motivo das chuvas.

Falou sobre a reforma do PA de Itaoca, informou que o Deputado Evair de Melo (PP), visitou Itaoca colocou uma emenda de um milhão de reais, mas a prefeitura está recebendo essa verba aos poucos, "tínhamos condições de construir um outro hospital lá se esse recurso viesse da forma que desejávamos, mas vem de pouco a pouco."

Quero fazer o pedido para a secretária de educação, para que olhe para a EMEB Professora Valéria Aquino Viana, para que se faça mais rápido possível uma reforma naquela escola.

 

Alexon Soares Cipriano (PROS)

 

O presidente disse ser importante a Vinda da funcionária Vilma Cescon para defender os interesses da categoria dos agentes de serviços públicos municipais solicitando um maior debate e uma maior discussão.

Os servidores chamados técnicos, lá atrás tiveram a equiparação salarial quando fizeram o concurso anteriormente não tiveram a exigência do ensino médio completo para realizar o concurso e depois houve a equiparação por uma lei municipal, e os agentes de serviços públicos municipais quando fizeram esse último concurso foi exigido deles o ensino médio, e hoje se olharmos a tabela que está dentro do plano é visto algumas injustiças com alguns servidores, frisou que  quando foi feito o concurso mais recente foi exigido deles o ensino médio, e quando foi redistribuído neste novo plano que foi enviado a esta Casa a questão salarial foi feita de forma injusta.

Disse que “o seu salário como servidor há sete anos atrás quando entrou na prefeitura era 901,46 Reais, hoje é de 1123,00 Reais e com a aprovação do projeto está previsto para 2261,00 Reais, eu poderia ficar quieto e me beneficiar somente, até porque o presidente não vota a não ser que aconteça algum empate,  mas eu tenho que ter o senso e a responsabilidade  de sempre  falar a verdade e pensar não só como servidor mas como vereador e verificar todos os projetos, porque todo projeto de lei que é enviado e gera despesas, tem de vir acompanhado dos impactos, e nenhum dos nove projeto que aqui chegaram, estão com a documentação 100%, já foram analisados cinco projetos e a procuradoria informou que estão faltando documentação, somos parceiros do governo, sim, somos parceiros dos servidores, sim, sou servidor também, mas esta Casa tem a responsabilidade de seguir o que a lei manda, tem prazos e estes prazos serão cumpridos a risca, esta Casa cumpre prazos e o que a lei manda. Esta Casa estará atenta a todos os prazos, e seguirá a questão da documentação que for necessária. Tem nesta Casa a Resolução 370/2018 Cria comissão especial para estudo e análise do projeto de lei que cria o novo plano de carreira, cargos e salários dos servidores públicos municipais de Cachoeiro de Itapemirim-es, será publicada na quarta ou na quinta-feira os nomes dos membros, para que se comece reunir juntamente com o grupo de vereadores e servidores para examinar os projetos do plano de cargos e salários. Infelizmente não poderemos atender 100% a todas as reivindicações, mas estaremos atentos a todos os detalhes. Esta Casa tem responsabilidade, a porta do gabinete de cada vereador está aberta aos servidores para serem ouvidos. Meu gabinete está aberto aos servidores, eu todos os dias estou aqui na Casa chego as sete da manhã, caso não esteja aqui é porque estou em alguma agenda externa, ou em viagem, mas todos os dias estou aqui. Esta Casa se empenhará para que o plano seja feito dentro da legalidade.”

Alexon disse “que se sentiu alijado, com relação a entrega que aconteceu do ticket aos servidores e não foi convidado, disse ter sido uma falta de respeito com esta Casa.”

 

Parabenizou a todos que tem se dedicado ao combate a violência e abuso infantil.

 

“Hoje gostaria de parabenizar a todos aqueles que têm se esforçado para garantir a proteção e os direitos das crianças e dos adolescentes em nosso município.

 

Saúdo de forma especial a secretária de desenvolvimento social, Márcia Bezerra, que através de sua secretaria faz a gestão dos abrigos do município. Nossos votos são de que o conselho tutelar continue atento no combate à violência sexual infantil, assim como todos os responsáveis em todas as esferas de poder.

 

Trago este assunto à pauta porque no dia 18 foi lembrado o dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Em 18 de maio de 1973, em vitória, uma menina de oito anos foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada. A partir de 2000 essa data passou a marcar o dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual.

 

Quarenta e seis anos após o assassinato de Aracelli Cabrera Sánchez Crespo, temos que conviver com o nome de uma das pessoas envolvidas em seu assassinato nominando uma das principais avenidas de vitória.

 

Sempre vou protestar quanto a isso. Aquela avenida (Dante Micheline) deveria se chamar avenida Aracelli. Mas por serem pessoas de classe média alta, o processo acabou sendo arquivado após julgamento e absolvição dos acusados.

 

Abordar esse tema é doloroso quando sabemos que 50 novas denúncias de crimes sexuais são feitas todos os dias pelo disque 100. Claro que o número pode ser muito maior, se levarmos em consideração que muitos casos não são denunciados.

 

Segundo dados recentes do governo federal, em 2018 o disque 100 recebeu 76.216 denúncias envolvendo crianças e adolescentes, 17.093 especificamente sobre violência sexual. Em 2019 já foram feitas 4.736 denúncias. Os números são alarmantes.

 

O triste e preocupante é que a maioria desses casos acontecem dentro de casa e são provocados por alguém próximo da família. A maioria das vítimas, 74,2%, são as meninas com idade entre um e cinco anos de idade. Já contra crianças e adolescentes, são 45% dos casos de violência sexual.

 

Outro fato é que meninas e meninos precisam receber o mesmo olhar cuidadoso do estado e de todos nós, já que estudos indicam que eles são negligenciados quando o assunto é abuso sexual.

Sabemos que muitos casos destes são encobertos por vergonha da família, a Psicologia trata dos danos que ocorrem na mente de uma criança e um adolescente quando ele é violentado. Aquele futuro adulto terá dificuldade de se relacionar com as outras pessoas, e as vezes a criança tem dificuldade de receber um abraço, por ter sido violentado e desrespeitado pela família e até pelo estado que não garante políticas públicas permanentes, dioturnamente para que esse tipo de atitudes sejam eliminadas ou diminuídas.

Temos muitas entidades como Vilagindo, Casa Verde, Aprisco Rei Davi, Projeto Molecada, Sandro Brinquedos, que tiram do próprio bolso para manter os projetos, para não deixar essas crianças serem violentadas, abusadas, crianças que não tem o que comer, que não tem o leite para tomar. Que possamos estar sempre em alerta e atentos para que esse tipo de violência não ocorra.

Os professores precisam ser treinados para perceberem esse tipo de violência, para pesquisar na conversa com a criança se ela não foi vítima de violência dentro da sua própria casa ou na vizinhança.

Esta Casa deve estar sempre atenta a este assunto.

A criança não é o futuro do nosso país é o presente que devemos cuidar.”

 

Allan Albert Lourenço Ferreira (PRB)

Falou também que é foi um desprestígio não terem convidados os vereadores para a entrega do ticket aos servidores.

 

Antônio Geraldo de Almeida Costa (PP)

“Colocamo-nos como  o irmão mais pobre, o irmão mais feio, o patinho feio, mas devemos agradecer a Deus pelo que temos, por acordar levantar, andar  e precisamos fazer tudo com responsabilidade, temos que optar em  fazer tudo da melhor  forma possível, se hoje eu estou aqui infelizmente é pela ausência do nosso amigo Sebastião Gomes (Buiu), quem diria que ele não poderia terminar o mandato dele, precisamos fazer sempre o melhor, quem sabe hoje pode ser a minha última fala agora, meu último olhar, quem vai garantir que estaremos vivos daqui meia hora, só Deus, pode garantir.”

Disse que recebeu em seu gabinete servidores lotados na secretaria de saúde, para conversar sobre o plano de cargos e salários.

Disse, “o meu contra cheque está fixado na porta do meu gabinete, para todos saberem qual o salário de um vereador, as pessoas falam que vereador não deveria ganhar nada, nós discutimos, os salários dos funcionários, e quando vamos discutir o nosso reajuste somos criticados, o salario do vereador não é reajustado desde de 2011, e na hora que vocês querem o melhor para vocês nós estamos aqui para lutarmos pelos seus direitos.”

"Aqui nós temos responsabilidades de votar projetos importantes, em 2016 eu era um cidadão comum, parem de falar que todo político é ladrão, uma coisa que meus pais me ensinaram foi se isso aqui é seu pode dar para quem você quiser, mas se não é  seu não pega não leva para casa não, me deram dignidade, nós temos que dar a Cesar o que é de Cesar, se vamos votar em projetos para dar o melhor para o povo, para eu cuidar bem do meu povo, é necessário que dê o melhor para mim também, esse tema de reajuste de vereador tem de passar pela Casa, e lembro que quando se vota um aumento de vereador o salário é reajustado para o próximo mandato, para o próximo pleito. Temos que ter responsabilidade, mas temos que ter responsabilidade conosco também, passar por constrangimento nas redes sociais e ter a disponibilidade de estar aqui cumprir o mandato nem todos tem.”

 

Bras Zagotto (SD)

Bras disse" nós fazemos muitas vezes além do que podemos para ajudar o município, votamos aqui projetos importantes, a gente já fez muita coisa aqui nesta Casa e citou vários vereadores  que também trabalharam pela cidade, estamos sendo cobrados pelos servidores para votarmos no plano de cargos e salários,  tenho que analisar bastante, depois que ouvi a fala do procurador, muita gente não vai aderir,  ai que tenho que estudar mesmo esse plano para dar o meu voto.

Devemos nos conscientizar que a dengue e uma doença muito séria e que que a cidade está com muitos casos de dengue. Precisamos combater o mosquito da dengue, com a limpeza nas nossas casas e quintais."

 

Dario Silveira Filho (PSDB)

Dario agradeceu a secretaria de saúde Luciara, pela vacinação realizada para pessoas acamadas nas comunidades em Retiro e Grota Fria e também na Tijuca, disse que 23 de maio no bairro Alvares Tavares na Igreja católica São Brás, de 7:30h às 11:30h acontecerá vacinação, para a comunidade com a unidade móvel.

Agradeceu ao Santiago e ao Caburé, pois rua das Amoreiras em Monte Belo, está sendo contemplada com obras.

“Sobre a situação que o prefeito, convocou agentes de saúde e endemias, para entregar o ticket no teatro, e essa luta foi de todos, esse projeto foi votado aqui e na hora da entrega não fomos comunicados, o próprio Delandi que é líder do governo disse que não foi comunicado, nessa entrega lá deveríamos ter sido comunicados, eu sou servidor, e hoje eu estou vereador ano que vem já não sei, nós estamos sempre querendo ajudar ao servidor, eu acho que faltou consideração para conosco.”

 

Delandi Pereira Macedo (PSC)

Disse “que já fez pedidos para a elevação da faixa ali em frente ao HIFA, e disse que tem outros locais em Cachoeiro que também estão precisando, e informou que a faixa elevada requer custos maiores por conta da maior quantidade de asfalto que tem de ser usado.

Não pode deixar de falar sobre os colegas não estão sendo convidados para  momentos importantes, o Executivo não tem obrigação de fazer convide, mas moralmente é importante essa ligação do Executivo e o Legislativo, talvez a assessoria entendeu que não seria importante naquele momento convidar, mas este estreitamento é importante, para entrega que foi feita do ticket, eu não fui convidado, mas eu fui ao evento, e eu falei lá que aquilo não foi a conquista de uma mão só, a luta foi por todos nós, tive uma reunião na parte da manhã naquele dia com o prefeito  e ele não me convidou, mas eu fui lá. Eu estou no mesmo sentimento de vocês, colocamos a cara na reta, levamos paulada, estamos sendo desrespeitados, precisamos ter uma relação de interação entre a gente e o Executivo, vou conversar com o governo não só para melhorar essa relação comigo mas para com todos.”

 

 

Higner Mansur (PSB)

 

Apresentou 7 documentos entre requerimentos e indicações, e deixou registrado um em seu pronunciamento requer informações sobre contrato 386/2018, rescindido de forma unilateral pelo município, no valor de r$ 8.599.010,00.

Indicou para que seja colocado aqui em Cachoeiro, um ônibus para os estudantes visitarem os municípios vizinhos, quando virem alguém de lá mostraremos as nossas riquezas daqui também, e disse “a felicidade pessoal é muito mais importante que a felicidade em dinheiro.”

Higner disse que todos em Conduru estão de parabéns, pela festa e por todos eventos realizados ali naquele distrito.

 

Paulo Sérgio de Almeida (PRP)

“Ano retrasado tivemos uma conversa com atual governador sobre a central de vagas da saúde, falou sobre uma pessoa estava na UPA sem vaga em hospital aqui em Cachoeiro precisando de vaga, ele entrou em contato com secretaria de saúde e ela disse que já tinham mais 4 ou 5 casos e ela estava também tentando conseguir outras vagas, está na hora de nós nas reuniões com o governador mexermos neste assunto da saúde, que agente cobre a promessa que foi feita, meu pai vai para Vitória de dois em dois meses fazer exames, no Centro de Saúde ônibus saem para vitória, vamos cobrar a situação dessas consultas que estão faltando aqui para o sul do estado.”

 

Renata Sabra  Baião Fiório Nascimento (PSD)

Falou que nesta sessão de hoje vários assuntos foram colocados em pauta pelos visitantes à Casa, empatia, a comunicação da não violência, a reforma da presidência, “todos esses assuntos são muitos importantes, nos chamam para a responsabilidade que nos cabe de sermos legisladores. Não vamos fazer a reforma da previdência, mas podemos lutar sim pelo nosso do IPACI que é a previdência dos servidores municipais, e também pela reforma do plano de cargos e salários, e pelos agentes comunitários e de endemias”

Informou que o município fez um Chamamento público para CAF - Cooeperativa de Agricultura Familiar, para providenciar e vender produtos para as escolas, mas desde dezembro mão recebem o pagamento do município, "é o que está lá na transparência, será que desde de dezembro não se compra da CAF?" Perguntou Renata.

"Nós precisamos sim nos apropriar do que é dever do município, e lutar por aquilo que é do município, nós devemos abrir espaços para os debates."

"Por que  que a prioridade da compra não é da agricultura familiar, porque o não pagamento para os agentes comunitários de saúde? Por que faz um viaduto lindo e não pinta a faixa em frente ao Hospital Infantil, ou melhorar também a iluminação pública ali?" Indagou novamente Renata.

Convidou para a III Audiência Pública “Simplifica Cachoeiro”, dia 23 de maio 2019 as 18:30 h na ACISCI com o tema: A Importância da Participação do Setor Produtivo na Revisão do PDM e o Caso das Microcervejarias.

Disse que também neste mesmo dia a vice-governadora estará em Itaoca Pedra, palestrando, e infelizmente aconteceu uma coincidência de agendas.

Dia 23 de maio às 10 horas o Deputado Lorenzo Pasolini (PRP), e o concelho tutelar de Cachoeiro de Itapemirim estarão aqui na Câmara para tratar do assunto sobre do combate do abuso a criança e ao adolescente.

“Estão consertando a calçada da praça Jerônimo Monteiro, tem um buraco um bueiro ali, e no entorno deve ser observado também, disse que no entorno do Hospital Infantil, a iluminação pública está precária, é necessário ali uma faixa elevada, por ser uma porta de entrada do município, o que os vizinhos do município irão pensar se não conseguimos cuidar daquela frente do hospital, solicito ajuda aos colegas vereadores para pedirem a faixa elevada para  a frente ao Hifa”.

Falou sobre “a ação dos agentes comunitários de endemias que tiveram que empreender para receber o que a lei determina de direito a salário e alimentos, não é o juiz que tem de fazer pagar, é uma vergonha para o município de Cachoeiro os menores trabalhadores terem  de buscar na justiça direitos que a lei já reconhece, nós nesta Casa ao tomarmos conhecimento disto não podemos nos calar. Servidor não pode ficar ser receber o que lhe cabe.”

 

Rodrigo Sandi (PODE)

Rodigo Sandi, disse que fica feliz pelas obras que estão sendo realizadas pelo Executivo para a cidade, e que  ficou triste de não poder estar participando de todas as agendas, mas é necessário que a cidade se desenvolva, e que esta Casa tem se envolvido, solicitando obras ao Executivo, “nós preparamos o bolo e na hora de comer o pedaço, não podemos ir lá para comer. Quem somos nós para ficar contra o governo que está cuidando da nossa comunidade, mas gostaria que nas próximas agendas da prefeitura nós fossemos convidados, para as obras que estarão sendo inauguradas e realizadas, eu fico feliz pelas conquistas mas fico triste por não sermos convidados para as agendas."

“No dia da entrega do ticket aos servidores, nenhum dos vereadores foi convidado para a entrega dessa benfeitoria. Somos 19 para votar e na hora de participar da comemoração não fomos convidados. Na hora de comer a costela a gente comeu e na hora de comer a picanha a gente não come”. Finalizou Rodrigo.

 

Sílvio Coelho Neto (PRP)

Informou que a vereadora Renata que a empresa que faz a poda das arvores foi lá em Conduru, e por dois dias realizaram o serviço que foi solicitado. Parabenizou a secretária Lílian pelo belíssimo trabalho que tem realizado e no domingo passado (19) foi realizada a I corrida de Santa Rita no distrito de Conduru," foi excelente, foi uma experiência boa por ter sido a primeira vez", e espera que ano que vem seja melhor ainda. Informou em especial ao vereador Higner que foi protocolado nesta Casa o Projeto de lei que denomina Espaço de Arte e Cultura Toni Moreno, o espaço interno da estação rodoviária Francisco de Paula Mattos no distrito de Conduru, no município de Cachoeiro de Itapemirim. Artista que residiu em Conduru. “Estamos colocando em funcionamento uma roda de moinho de pedra de fubá na ponte de cimento, estamos reativando essa roda, vamos dar o reparo nesta semana para colocar ela funcionar nestes dias da festa.”

Informou que inicía-se nesta terça-feira (21) a festa no distrito de Conduru com a chegada do Conduirense Ausente às 19 horas, e se estende durante esta semana e convidou a todos os vereadores  e disse que a presença dos vereadores irá engrandecer a festa.

“Estaremos contando com a corporação da guarda municipal, a polícia militar, e segurança privada estarão todos em nossa festa para garantir o sossego e a segurança para quem for nos prestigiar.”

 

Wallace Marvila Fernandes (PP)

Parabenizou os moradores e a Associação do bairro Alto Amarelo, ao Sandro com brinquedos, ao Fabrício, a sua assessoria e a secretaria de esportes pelo evento “Rua de Lazer” que aconteceu no último domingo no bairro Alto Amarelo, pelo resgatar do lazer para as crianças, é muito importante levar atividades para as crianças.

Informou que no bairro Amarelo acontecerá o projeto “Vem Para Rua” sábado agora (26), uma equipe estará recolhendo, descarte de coisas velhas a equipe vai lá para recolher entulho, restos de obras, e fazer  limpeza e capina.

Sobre o plano de cargos e salários, “estou estudando o projeto do plano e deixo o meu gabinete abeto aos servidores, creio que os vereadores estão pensando no servidor, iremos fazer uma votação para tentar atender a todos, e iremos votar com competência  e serenidade e tentar ouvir a todos, para construir emendas que consiga atender de forma sucinta que seja, os servidores.”