Você está aqui: Página Inicial / Comunicação / Notícias / Resumo dos Pronunciamentos

Resumo dos Pronunciamentos

por Adriana Sampaio publicado 05/04/2019 18h45, última modificação 08/04/2019 13h40

Resumo dos Pronunciamentos do dia 02-04-2019

 

 

Alexon Soares Cipriano (PROS)

 

Informou que enviou votos de congratulações ao servidor da CMCI, José Francisco da Silva Azeredo pela passagem do seu aniversário, dia 30 de março de 2019 que completou 61 anos e está realizando um bom trabalho nesta Casa como gerente de manutenção juntamente com o Deivisson que tem cuidado bem dos setores.

Solicitou em indicação a sinalização vertical e horizontal da rua José Clésio Moreno Junior no bairro São Lucas e também a delimitação das vagas de estacionamento para aquela via, indicou também serviços de pavimentação, drenagem e iluminação pública, para várias ruas do bairro Central Parque. Solicitou reparo do meio fio da rua Brígida Cola Pim no bairro Caiçara, fez indicação para revitalização da praça no bairro Nossa Senhora de Fátima e o término da calçada cidadã em frente a quadra poliesportiva naquele mesmo bairro, serviço de capina e limpeza em toda a extensão da rua Padre Vitor de Almeida. Reforçou também sobre o dia de conscientização do autismo como mês Azul e informou sobre a caminhada que estará sendo realizada na praça Jerônimo Monteiro neste domingo dia 07 de abril.

Relatou que em visita à Câmara de Guaçuí no dia 1º de março e que tem visitado diversos municípios e  tem observado que o grande problema é que a população critica muito o vereador, mas quando o cidadão necessita de resolver um problema pessoal é na porta do vereador que bate, quando uma escola é estadual a população não procura o deputado estadual, procura o vereador para reclamar. Colocam como responsabilidade dos vereadores atribuições que não são dos vereadores. “A população precisa ser instruída e se instruir também, parar de realizar cobranças desadequadas da função do vereador, o papel do vereador é fiscalizar os atos do Executivo, é legislar, fazer indicações, fiscalizar as leis se estão sendo ou não cumpridas.” Falou Alexon

O Vereador afirmou que, “vereador não é cabo eleitoral de luxo de deputado estadual, deputado federal e senador, digo que fomos eleitos e que merecemos respeito”. Sentiu-se feliz porque o senador Marcos Durval (PPS) enviou o seu assessor a esta Casa, o qual percorreu os gabinetes e colou o mandato do senador à disposição em Cachoeiro, assim como o deputado Ted Conti (PSB) que esteve em visita aqui e também colocou o seu mandato à disposição desta Casa. “Nós não estamos vendo a atuação dos deputados, cadê os nossos deputados estaduais e federais, para ouvir a população para ver o que o povo necessita, ou a gente se une para fazer essa gente trabalhar e de fato fazer exercer o papel deles, ou nós vamos continuar passando quatro anos aqui cobrando as mesmas demandas, e ai quando chegar lá perto da eleição a primeira porta que eles irão bater para fazer uma audiência pública uma reunião partidária, vai ser a porta desta Casa.” Finalizou o presidente Alexon.

 

Allan Albert Lourenço Ferreira (PRB)

 

Falou sobre o dia mundial do autismo que é comemorado no dia dois de abril, e reclamou sobre a lei que foi aprovada nesta Casa que obriga os estabelecimentos privados no município a inserir placas de atendimento prioritário com o símbolo mundial do autismo, que não está sendo cumprida pelos estabelecimentos na cidade.

  

Antônio Geraldo de Almeida Costa (PP)

Ainda sobre a prestação de contas  do prefeito que ocorreu semana passada, disse que ficou muito preocupado com a paralisação que ocorreu na última quinta-feira(28) dos motoristas e cobradores da Flecha Branca, a discussão de salários e tickets atrasados se arrastam por três anos, na última quinta-feira eles pararam, sexta foi pago um dos tickets que estavam atrasados eram dois. "Precisamos saber realmente o que está sendo feito, porque o subsidio não vai pagar conta de empresa que está com as suas dívidas na praça. E até quando esses salários ficarão atrasados?” Indagou Antônio Geraldo

Falou sobre redes sociais, que é preciso analisar, o que acontece nesse tipo de mídia. Porque em redes sociais, todo mundo tem soluções para o seu bairro, as pessoas são valentes, crescem na briga, mas quando se chama para defender os interesses em um local público poucas pessoas utilizam esse artifício. Citou que a realidade da cultura no Brasil muito é triste, como por exemplo, o povo fala que a prefeitura não limpa, e a prefeitura vai e limpa, e ai o povo vai suja novamente. A pessoa reclama que não tem rampa, não tem acessibilidade e esse mesmo cidadão é o que estaciona na vaga para deficiente físico. Essa cultura precisa ser modificada, a população precisa mudar os seus hábitos.

Disse que o vereador cobra, fiscaliza, encosta o prefeito na parede, mas não é atribuição do vereador fazer obras, quem constrói e faz obras é o Executivo.

Informou que em reunião ocorrida segunda-feira (1), com vários secretários e comunidade, ficou decidido que dentro de 15 dias estarão iniciando as obras no bairro BNH de cima, a nova academia, a área de playground infantil, a pista de caminhada, a troca da areia do campo society, a reforma da unidade de saúde, a troca dos equipamentos do consultório odontológico, e no BNH de baixo será feito um novo ginásio. Completou ainda informando que na quarta-feira (03) estará no bairro Bela Vista voltando a atender com o gabinete Itinerante.

  

Bras Zagotto (SD)

 

Informou que através de licitações estão previstas as reformas em vinte e quatro escolas em Cachoeiro, e disse estar preocupado, pois as empresas que já deixaram rastro de obras inacabadas, estão conseguindo novamente pegar obras do município. Disse que semana passada visitou junto com o vereador Alan a obra da escola municipal no bairro São Luiz Gonzaga, e a diretora informou que a obra estava parada. A obra na escola Anísio Ramos no bairro Vila Rica que está sendo feita pela mesma empresa também está parada. É necessário fazer alguma coisa para tirar essas empresas de circulação e não permitir que essas empresas não participem mais de licitações.

Brás lançou o nome de Marilene Depes para que os vereadores possam analisar como candidata a Cachoeirense Presente Nº 1, “Ela é uma mulher que já escreveu seu nome na história de Cachoeiro e merece este reconhecimento”. Afirmou Brás.

 

Dario Silveira Filho (PSDB)

 

Agradeceu a secretaria de limpezas urbanas, a equipe do Bruno Resende que fizeram a limpeza no campo do Auto União, ao  secretário de obras ao José Santiago e  o subsecretário Marcos Resende (caburé), e ao gerente Leonardo Targa e a sua equipe, pelo serviço de tapa-buracos na rua Otacílio José Silveira no bairro Alvares Tavares e na rua Aguilar Ferreira Atayde no bairro Monte Belo.

Disse que Sábado dia 30 de março foi feito o serviço de patrolamento e ensaibramento que era muito aguardado pelos moradores do bairro Monte Belo, relatou que a comunidade ficou muito satisfeita e agradeceu ao prefeito Vitor Coelho aos secretários e a todos os trabalhadores que estiveram na realização das obras.

 

Delandi Pereira Macedo (PSC)

Solicitou que abra o espaço na Câmara para que a Santa Casa também possa ter a sua fala na Casa, disse não estar fazendo defesa nem de A nem B, mas que a Casa ouça também os representantes da Santa Casa.

Informou que tem encaminhado indicações sobre as demandas das necessidades observadas em visitas que tem realizado nos Distritos de Cachoeiro, Soturno, Gironda, Itaoca Pedra, e demais, é necessário que se dê atenção a esses distritos.  Uma dessas indicações é a instalação da cobertura na capela mortuária do distrito de Itaoca Pedra. Outra demanda em Itaoca é a de se buscar uma solução para diminuir a poeira no distrito, que a noite tem aumentado por falta de fiscalização, qual caminho poderá ser percorrido para punir essa prática? Disse ser necessário que as pessoas sintam segurança na área da saúde na comunidade em Itaoca, afirmou ser  importante a união dos vereadores para que sejam realizadas políticas públicas para o distrito de Itaoca e reforçou o pedido da comunidade para que a UPA  de lá funcione dia e noite.

 

Diogo Pereira Lube (PDT)

Informou que enviou pedidos de informação às secretarias de educação e saúde, se existe alguma prática de políticas públicas referente ao teste de optometria nas escolas municipais pra detectar problemas visuais em crianças. A secretaria oferece este tipo de serviço à rede municipal de educação? Qual a periodicidade que este serviço é realizado? Existe pessoal capacitado na rede de saúde do município para realizar este serviço nas escolas municipais? Em caso de falta de mão de obra para atender esta demanda, existe a previsão de contratação direta de pessoal que atenda essa demanda, ou ate mesmo a contratação de empresas terceirizadas para realizar o mesmo?

Requereu informação à secretaria municipal de saúde sobre a existência de dentistas itinerantes nas escolas da rede municipal.  Porque sabe-se da necessidade e da carência de muitas crianças e seus familiares, e existe nesta secretaria, algum programa que leve o dentista até as escolas para um atendimento primário dessas crianças? Existem quantitativo de profissionais para a implantação deste projeto nas escolas da rede? Qual o cronograma de atendimento aos alunos da rede?

Requereu informações da secretaria municipal de educação sobre a implantação da lei federal nº 13.722, de 4 de outubro de 2018, que torna obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil. Qual a data que a secretaria municipal de educação colocará este projeto, de cunho federal, em prática nas escolas municipais? Existem profissionais qualificados para a implantação deste projeto nas escolas da rede? Qual o cronograma de atendimento aos professores e demais funcionários da rede?

Enviou indicação ao prefeito para que seja realizado circuito de saúde mental com palestras sobre depressão, suicídio e automutilação pra professores e alunos das escolas da rede municipal de educação de Cachoeiro.

Requereu informação à secretaria municipal de segurança e trânsito sobre as seguintes questões: por que os agentes de trânsito do município não possuem colete balístico para uso? Qual a justificativa desta secretaria para esse descaso com estes agentes, uma vez que a periculosidade nessas abordagens é a mesma para todos os profissionais que nelas trabalham?

Falou sobre potencialidades da cidade que tem de ser resgatadas, e em conversa essa semana com os secretários Paulo Miranda e Vander, ele expôs ideias e sugestões como por exemplo: A rua da Casa do Roberto Carlos, poderia virar um centro da arte de turismo e cultura, foi sugestionado até um nome “Rock in Rua”. Informou que Cachoeiro tem espaços que podem ser ocupados para gerar renda, para fazer cultura, para produzir arte, espaços para produzir amor. Citou o livro de Murilo Cavalcanti onde fala que “as cidades não param”, lembrou que os nossos pontos turísticos ficam fechados nos finais de semana.

Convidou para todos participarem no sábado que vem dia seis de abril às 14 horas do “AquidaBlues” na pracinha da Igreja São Sebastião no bairro Aquidaban, os cervejeiros de Cachoeiro se reunirão para fazerem exposição onde terá música, terá gastronomia, vai gerar renda, vai circular gente. Será um evento da iniciativa privada junto com a comunidade promovido pelo Márcio Neves e o  Adriano presidente da associação do bairro Aquidaban. Esse evento que vai acontecer é um pequeno exemplo do que pode ser promovido em Cachoeiro para que a cidade deixe de ser "cidade secreta" e passe a ser cidade aberta para receber turista e aberta para receber eventos. “Queremos que o município cresça”. Finalizou Diogo.

 

Edison Valentim Fassarela (PV)

Informou que as escolas Valdy Freitas e Jenny Guardia, estão sendo reformadas e indo bem as obras ali. Informou que obras e reformas estarão sendo realizadas nos bairros Amarelo e Novo Parque. Disse que parlamentares do Caparaó solicitaram o serviço de IML para aquela região, e que levando o serviço para o Caparaó vai desafogar o trabalho aqui no sul do estado. O vereador fez um levantamento em sites sobre obras públicas nacionais que estão prontas e não estão em funcionamento, 145 UPAS estão fechadas por falta de dinheiro, 1158 unidades de saúde estão paradas no Brasil. Em Cachoeiro o hospital vulgo  “Elefante Branco” hoje está parado, a destinação daquele hospital é para que seja materno-infantil, por direcionamento do estado, e quando os serviços estiverem funcionando ali, não só a maternidade da Santa Casa assim como a maternidade de alto risco do hospital Evangélico serão transferidas para lá, “mas isso não impede que o Roberto Bastos continue fazendo partos na Santa Casa, que é uma instituição centenária, com um histórico de relevantes serviços prestados a Cachoeiro e toda a região”, finalizou.

 

Elio Carlos Silva de Miranda (PDT)

 

Disse ser preocupante fazer juízo de valor neste momento, precisamos ouvir as duas partes para que entenda o que está acontecendo. Mas é claro que a Santa Casa está passando por transformações na administração, o padre Evaldo tem reconstruído a administração daquele hospital, precisamos esclarecer e dar um confronto do que foi exposto hoje aqui pelo dr. Roberto Bastos, permitindo que a Santa Casa utilize também este espaço para que possa esclarecer os fatos aqui citados.

Sobre a reforma da previdência social, onde a Marilene Depes colocou as pessoas que são incluídas no Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social- (BPC), o qual na reforma se aprovado, essas pessoas passarão receber o valor de quatrocentos reais até completarem os setenta anos de idade, para após receberem um salário mínimo. Existem uma série de coisas que precisam ser debatidas com relação a essa reforma da previdência. Informou que esteve discutindo este tema no último sábado (30) com o deputado Sérgio Vidigal (PDT) que esteve em Cachoeiro e colocou a posição dele, de que não é contra a reforma da previdência, mas é contra vários pontos da reforma que tira sim direitos dos brasileiros que contribuíram a tanto tempo esperando agora esta fase da vida para receber esse benefício  e poder então aproveitar.

 

Higner Mansur (PSB)

 

Falou sobre a Exposul, que este ano lhe traz expectativas para as exposições regionais que acontecerão mais voltadas para as nossas necessidades nas áreas da agricultura, do turismo, do comércio, da cultura e o do artesanato.  

Anunciou uma importante informação e conquista para Cachoeiro, a digitalização dos exemplares do jornal Correio do Sul, que será feita pelo Arquivo Público do Espírito Santo. Os acervos dos impressos pertencem a Paulo Henrique Thiengo, e esta semana em reunião com Cilmar Franceschetto, foram doados ao órgão estadual para reprodução.

 

Paulo Sérgio de Almeida (PRP)

 

Mencionou uma postagem das redes sociais na qual o presidente do sindicato municipal de Cachoeiro Jonathan, agradeceu ao prefeito por ter atendido as reivindicações do sindicato. E deixou uma acrítica construtiva para a assessoria do prefeito Vitor Coelho, que diga para que ele fique em alerta de como irá repercutir essa conversa pelos servidores e pela a sociedade.

“Acho que o prefeito não deve fazer palanque para presidente de sindicato não, porque quem é aliado do executivo somos nós vereadores”. Disse Paulo Sérgio.

 

Renata Sabra Baião Fiório Nascimento (PSD)

 

Fez um relato sobre o aluguel da escola do bairro Aeroporto, disse não estar criticando as necessidades da escola, criticou a forma de como o dinheiro público é utilizado, um aluguel de 17 mil reais. Falou ser necessário que se compare os valores dos aluguéis naquela região, para ter o valor efetivo do aluguel desse imóvel. “Dinheiro Público é sagrado. Precisamos tratar o recurso público com muito cuidado”. Afirmou Renata.

Solicitou que a comissão de Justiça e Redação da Casa emita o parecer no projeto de lei de nº 27/2019 de sua autoria que institui a "campanha maio roxo, de sensibilização, conscientização e apoio aos portadores de doenças inflamatórias intestinais e denomina 19 de maio o dia das doenças inflamatórias intestinais.

Fez agradecimento a comissão de saúde da cidade por ter organizado a Conferência Municipal de Saúde, que está acontecendo nos dias dois e três deste mês, na qual informou ter participado da abertura no dia (02) e disse ter ficado triste porque o dr. Roberto Bastos deveria ter estado lá, porque lá é o lugar de apresentar propostas e demandas que são atinentes ao Poder Executivo, principalmente porque é de lá que vai sair a proposta para o Poder Executivo Estadual, que é quem detém a contratualização dos serviços de maternidade, “e ele não precisaria ficar judiando e cuspindo no prato que ele come”. Buscou informações no site do Ministério Público se existe alguma denúncia feita por ele ou prova contra a Santa Casa e não viu nada. Falou que lembrou de uma audiência que ocorreu sobre o hospital materno-infantil vulgo “Elefante Branco”, e a transferência para o hospital materno-infantil iniciou-se em 2014. Naquele ano em 2014 abriu-se licitação oferecendo o serviço materno-infantil em Cachoeiro, e então quem assumiu esse serviço foi o Hospital Infantil, esta informação está no site da Justiça Federal. Relatou que a saída da maternidade da Santa Casa proporcionou o aumento de outros atendimentos especializados para a população e principalmente para as mulheres, “a Santa Casa é um hospital de referência em trauma, ela não é mais uma referência em parto” afirmou Renata.

Informou que no dia 8 de maio vai acontecer uma audiência pública com a comissão de saúde da Assembleia Legislativa Estadual na cidade, é uma comissão itinerante e passará por aqui. Renata disse esperar que o dr. Roberto esteja aqui para apresentar um projeto. Ficou triste por uma pessoa de forma leviana, querer onerar um serviço que está de porta aberta para a população de Cachoeiro, “que tem de ter um pediatra porque ele quer, tem de ter um berçário porque ele quer, é muito triste isso é pensar só em si”.

Nós nesta Casa pensamos no público, no todo, no que vai melhorar a vida de Cachoeiro, não pensamos na gente. Tenho certeza que o padre Evaldo abdicou de uma parte da vida dele para se dedicar a gestão da Santa Casa por um imperativo de querer fazer o bem, é isso que nos move, fazer o bem a quem precisa afirmou Renata.

Lembrou que esta Casa prometeu no começo deste mandato, em uma reunião que aconteceu na Capelinha da Santa Casa, onde foi firmado um acordo de que a devolução do recurso  desta Casa seria aplicado na saúde, na Santa Casa que tem um pronto socorro porta aberta, esse dinheiro não foi para lá, e foi devolvido  dinheiro em 2017 e 2018.

“A Santa Casa não tem esquema não, todas as despesas estão lá abertas, na página da transparência Santa Casa, você acessa o que você quiser”.

Disse ainda que não se pode brincar com a vida de uma pessoa, de um gestor em redes sociais. Esta Casa deve botar muito sentido no que foi dito aqui e no que vem sendo colocado nas redes sociais, para não nos tornarmos vítimas também. Finalizou Renata.

 

Sílvio Coelho Neto (PRP)

Parabenizou a comunidade de Jacu, pelo início da obra do asfalto que está sendo feito ali. Agradeceu ao secretário Robertson Valladão, por estar realizando a reabertura da estrada de Forquilha. Disse que “quando tiver que agradecer vai agradecer e quando tiver que cobrar irá cobrar também”. Finalizou Silvio.

 

Wallace Marvila Fernandes (PP)

 

Agradeceu ao prefeito e aos secretários, pela reinauguração da quadra do Alto Amarelo, foi toda reformada com parceria público privada, agradeceu ao sr. Cristiano do Mundo das Tintas que sempre tem auxiliado nesse projeto de recuperação das quadras em Cachoeiro, onde mais de dez quadras já foram recuperadas com essa parceria. Informou que tem um projeto em estudo junto com o Mundo das Tintas para recuperar a pintura da Ponte de Ferro.

Agradeceu as obras de limpeza que estão sendo realizadas no bairro Nova Brasília, e o trabalho que já está sendo realizado de drenagem também, disse ser necessária a conscientização da população para não se jogar lixos que poderão acumular e provocar o alagamento na região. “A bandeira do nosso mandato é melhorar a saúde, o esporte e a qualidade de vida da população, estamos à disposição da população”. Afirmou Wallace.